20 Locais imperdíveis para visitar no Porto

Sem tempo para preparar um passeio ao Porto? Apresentamos um programa para
um dia com os principais locais a visitar!
Prepare o calçado e o Smartphone com acesso ao Google Maps. Para iniciar a
exploração, basta seguir a rota proposta e aceder aos links das coordenadas
que identificará, no Google Maps, o destino seguinte.

Se procuram um programa mais curto, aventureiro e com enigmas, contacte-nos
para saber mais sobre

Outdoor Mystery Porto.

Rota: A Cidade Invencível

A cidade do Porto é conhecida como a capital do Norte e tem origem
pré-romana. Poderá contar com uma cidade que cresceu nos socalcos do rio
Douro. Encontrará ruelas e casas típicas nos seus bairros antigos mas
também construções modernas, sempre caminhando pela típica calçada
portuguesa.
Propomos que comece a sua visita perto da Estação central de Metro da
Trindade, onde poderá estacionar a sua viatura.

(Ver Coordenadas)


1. Trindade

Esta estação central do antigo comboio, convertida para a estação central
do metro construído em 2002, é o principal hub de transportes da cidade do
Porto. A partir daqui sugerimos a descida a pé até à Avenida dos Aliados, o
coração da cidade.


2. Avenida dos Aliados

Poderá começar o dia por explorar a principal avenida da cidade do Porto: A
Avenida dos Aliados. O nome desta tem origem na celebração da mais antiga
aliança do mundo entre Portugal e Inglaterra, nascida no tratado de Windsor
de 1386. Os edifícios que ladeiam esta avenida têm diversas origens, mas a
cidade fez um esforço para que fosse preservada a arquitetura original das
fachadas. A praça em si, onde antes residida um jardim, foi re-imaginada
por Siza Vieira e Souto Moura aquando das obras de instalação do metro.

Locais

No topo da Avenida poderá encontrar os Paços do Concelho do Porto que hoje
serve de sede à Câmara Municipal da cidade, este edifício data de 1957.
Nesta avenida, os portuenses reúnem-se para a comemoração de feriados,
conquistas desportivas e também, por vezes, para a realização concertos e
eventos de cariz cultural.
No fundo da Avenida encontrara-se o McDonalds Imperial, construído com
reaproveitamento do interior do edifício imperial, já lá presente desde o
início do seculo XX. Muitos consideram este o mais bonito franchise da
marca.
A partir da avenida dos aliados é possível caminhar para diversos locais
históricos da cidade, sugerimos que comece por subir a rua dos Clérigos
para uma visita à Torre dos Clérigos.


3. Torre dos Clérigos

A Torre dos Clérigos é o ex-libris da cidade do Porto, finalizada em 1763,
é o edifício mais alto do centro histórico da cidade, com uma altura de 75
metros. O topo da torre proporciona uma vista única de 365º.
Integrada na edificação da Torre existe a Igreja dos Clérigos, monumento
nacional de estilo barroco e projetada pelo arquiteto italiano Nicolau
Nasoni.
O próximo local para onde nos dirigimos é a Livraria Lello.


4. Livraria Lello

Comece por subir a Rua das Carmelitas e acredite que a livraria não lhe vai
escapar aos olhos, conhecida pela sua fachada neogótica, esta livraria
leva-nos a viajar no tempo. Inaugurada inicialmente em 1881 a livraria
Lello tornou-se num dos locais mais visitados da cidade do Porto devido ao
êxito dos filmes do Harry Potter.
Continuamos a subir em direção à Fonte dos Leões onde vamos poder encontrar
duas igrejas icónicas.


5. Igreja do Carmo e Igreja das Carmelitas

Pode ter a certeza que estas Igrejas se vão destacar, principalmente a
igreja do Carmo e a sua parede lateral, coberta por um painel de azulejos
que foi colocado em 1912. Uma igreja de estilo Rococó, também ela desenhada
pelo arquiteto Nicolau Nasoni entre 1756 e 1768.

Locais

Logo ao lado encontrará a Igreja das Carmelitas construída em meados do
século XVII, o mais curioso é o pequeno edifício que existe entre as duas.
Esta pequena casa foi construída pois não era permitido haver duas igrejas
que partilhassem a mesma parede visto que as freiras não se podiam misturar
com os monges, sendo esta a solução encontrada para fugirem às leis
impostas na altura.
Chegou o momento de começar a nossa descida até à Ribeira do Porto mas
antes, propomos uma pequena paragem na estação de comboios de S. Bento.


6. S. Bento

Para lá chegar sugerimos que volte a descer pela Rua das Carmelitas até
encontrar novamente a Avenida dos Aliados, olhando para a direita irá
deparar-se com um edifício imponente, é aí a estação de S. Bento.
Esta estação é a principal ligação de comboios da cidade, a sua construção
começou em 1905 e terminou em 1916. No interior pode encontrar uma das mais
belas coleções de azulejos do país, são aproximadamente 20.000 azulejos que
representam diversos locais, mas também algumas das maiores conquistas
portuguesas, a conquista de Ceuta.


7. Sé do Porto

Tal como falamos inicialmente, o Porto é uma cidade antiga por isso temos
de subir novamente para chegarmos à Sé do Porto, para tal vamos utilizar a
Av. Dom Afonso Henriques.

Locais

Um dos edifícios mais antigos da cidade do Porto, a Sé, foi construída no
século XII em estilo românico e é um dos locais mais majestosos da cidade.
Atreva-se a explorar o pátio exterior onde poderá encontrar uma vista
magnifica sobre o rio Douro e a cidade de Gaia.


8. Ponte Luís I

Logo ao lado da Sé poderá encontrar o acesso ao tabuleiro superior da Ponte
Luís I, no fundo da Av. Dom Afonso Henriques que subiu anteriormente.
A Ponte Luís I tem uma estrutura metálica e é muitas vezes confundida com a
ponte D. Maria Pia construída por Gustave Eiffel. Na verdade o engenheiro
responsável pela construção desta ponte foi um aprendiz de Eiffel,
Théophile Seyrig.
A ponte foi inaugurada em 1886 e o seu nome seria em horna do rei D. Luís
I, no entanto, este não compareceu na inauguração e a população da cidade
do Porto, em modo de protesto, decidiu retirar o título de “Dom” à ponte. É
aqui que poderá encontrar uma das melhores vistas sobre o rio Douro.

Locais

Atravesse até ao outro lado onde encontrará a cidade de Gaia, mais
precisamente a Igreja da Serra do Pilar.


9. Igreja da Serra do Pilar

Aqui encontrará um dos mais belos miradouros com vista para a cidade do
Porto, tal como dizem os verdadeiros portuenses “O melhor de Gaia é a vista
sobre o Porto”.
Também conhecido como Mosteiro da Serra do Pilar, este teve a sua
construção iniciada em 1538, foi aqui que durante o Cerco do Porto, entre
1832 e 1833, os liberais conseguiram manter a sua posição e expulsar os
fiéis.
A partir deste ponto tem duas opções, descer pelas ruas íngremes e
estreitas até ao cais de Gaia, ou apanhar o teleférico

(Ver Coordenadas)

situado no topo do Jardim do Morro.


10. Pausa para Almoço – Cais de Gaia

Este é um dos locais mais bonitos para dar um passeio no Porto devido a
toda a história associada ao Vinho do Porto. É aqui que encontra inúmeras
caves dedicadas à produção de Vinho do Porto, é também aqui que podemos
encontrar a maior concentração de álcool por metro quadrado devido à imensa
quantidade de Vinho do Porto que se encontra a envelhecer nas pipas.
Poderá também encontrar os antigos e originais Barcos Rabelo pertencentes
às diferentes marcas de vinho do Porto, curiosamente eles ainda navegam,
uma vez por ano é feita uma regata no rio Douro no dia de S. João.
Sugerimos então que faça aqui a sua pausa para almoço, poderá encontrar
diversos restaurantes com os típicos pratos da cidade do Porto.


11. Ribeira do Porto

Aqui tem duas opções, pode ir a pé pelo tabuleiro inferior da Ponte Luís I
ou apanhar o táxi de rio

(Ver Coordenadas)

para o outro lado da margem.
Quando lá chegar vai encontrar a essência do Porto, os verdadeiros locais
ainda a habitar nas suas pequenas casas e com a caraterística roupa
estendida fora da janela.
Aproveite o seu passeio pelo Cais da Ribeira até chegar à Igreja de S.
Francisco

(Ver Coordenadas)

.


12. Igreja de S. Francisco

A Igreja de S. Francisco é um local curioso e a não perder. É uma igreja
gótica situada em plena cidade do Porto, a sua construção iniciou-se no
século XIV. Fazia parte de um convento Franciscano, conhecidos pela sua
humildade. A Igreja é o completo oposto, toda ela decorada com talha
dourada, é umas das Igrejas mais ricas do país.
Deste local pode também ver a estátua em honra do Infante D. Henrique, os
locais dizem que quando uma gaivota está pousada sobre a sua cabeça, vai
chover no dia seguinte.

Locais

Sugerimos que se dirija agora até à linha do elétrico

(Ver Coordenadas)

, é neste local que pode apanhar o icónico elétrico do Porto, mais
precisamente a linha 1 que o levará do centro histórico até ao Jardim do
Passeio Alegre, uma viajem única pelas margens do rio Douro.


13. Elétrico – Linha 1

O elétrico existe no Porto desde 1895. Como eram originários da América os
portuenses chamavam-lhes de carros americanos. A Linha que lhe recomendamos
é a mais bela da cidade, demorará cerca de 20 minutos a chegar à última
paragem e o bilhete terá o custo de 3,50€.
Está agora a afastar-se do centro do Porto e a dirigir-se em direção à
marginal, ao Oceano Atlântico. Durante a viagem preste atenção às pequenas
fachadas das casas à sua volta. Irá reparar numa, certamente, pois é
extremamente estreita e é cor-de-rosa. Olhe para a sua direita depois de
passar o edifício da Alfândega do Porto

(Ver Coordenadas)

, esta habitação é considerada a mais pequena casa da cidade do Porto. As
fachadas estreitas devem-se às taxas antigamente impostas, pois quanto mais
pequena fosse, menos seria a taxa.
Muito em breve irá ver a última ponte antes do mar, a Ponte da Arrábida.


14. Ponte da Arrábida

A ponte da Arrábida foi inaugurada em 1963. Aquando a sua construção a
ponte detinha o recorde do mundo com o maior arco em betão. Foi desenhada
pelo engenheiro Edgar Cardoso e durante a sua inauguração ninguém
acreditava que ela podia sustentar o peso dos carros, então o engenheiro
atravessou de um lado ao outro só para provar à população o contrário.


15. Foz do Douro

Sugerimos agora que faça uma caminhada que lhe demorará aproximadamente 30
minutos. Siga sempre junto à beira mar e irá passar por diferentes praias
como a praia do Homem do Leme ou a praia dos Ingleses. Caminhe os cerca de
3km e irá chegar ao nosso próximo destino, o Castelo do Queijo.

(Ver Coordenadas)


16. Castelo do Queijo

Conhecido entre os portuenses como Castelo do Queijo, este na verdade
chama-se Forte de São Francisco Xavier. É-lhe dado o nome tão invulgar pois
contam que quando foi construído existia, nesse local, um penedo em forma
de queijo. Presume-se que a sua construção data de 1661 quando a costa
estava ameaçada por piratas vindos do norte da Europa.
Atualmente funciona como museu histórico-militar, no entanto, recomendamos
a passagem por este local pelo facto de ser um dos melhores pontos da
cidade para deslumbrar o mar ao final da tarde.
Contorne o resto da rotunda e dirija-se agora até ao Parque da Cidade do
Porto.

(Ver Coordenadas)


17. Parque da Cidade do Porto

Este é maior parque urbano do país, uma imensa área verde que ocupa 83
hectares de terreno, o Parque da Cidade do Porto foi inaugurado em 1993 e é
da autoria do arquiteto paisagístico Sidónio Pardal. Apesar da sua
inauguração ter sido no início da década de 90, este só foi finalizado em
2002.
Recomendamos que explore o parque, cerca de 1.7km de percurso onde poderá
encontrar uma extensa flora, lagos, charcas e alguns animais.
Terminando a visita ao parque sugerimos que se desloque até a paragem de
autocarro mais próxima

(Ver Coordenadas)

. Neste local irá utilizar a rede de transportes urbanos do Porto, mais
precisamente, a linha 502 que o levará até à rotunda da Boavista, num
percurso de sensivelmente 15 a 20 minutos e com um custo de 1,20€
Poderá também optar por fazer este percurso a pé, porém, tenha em
consideração que são cerca de 45 minutos e uma distância de 4 km, em linha
reta.


18. Rotunda da Boavista

Conhecida pelos locais como Rotunda da Boavista, na verdade o seu nome
original é Praça de Mouzinho de Albuquerque e é a maior praça da cidade do
Porto.
Convidámos-lo a explorar o centro da rotunda

(Ver Coordenadas)

, vai poder ver um grande pilar com um leão sobre uma águia. Este é o
monumento dedicado aos heróis da guerra peninsular. Demonstra a aliança
portuguesa com os ingleses uma vez que o leão representa os soldados que a
Inglaterra enviou para apoiar os portugueses contra as tropas de Napoleão
Bonaparte, representada na águia.

19. Casa da Música

A Casa da Música foi projetada pelo holandês Rem Koolhaas e foi inaugurada em 2005. A intenção inicial previa a inauguração em 2001, ano em que o Porto foi a Capital Europeia da Cultura.
Sugerimos que jante aqui perto.


20. Pausa para Jantar – Mercado do Bom Sucesso

O Conceito do Mercado do Bom Sucesso é inovador, junta o antigo com o
moderno de uma forma subtil. Aqui poderá encontrar inúmeras opções para o
seu jantar e, se tiver sorte, ainda usufruirá de música ao vivo, pois é
frequente organizarem-se pequenos concertos para os visitantes.
Para terminar, só falta voltar ao local onde começou esta aventura, para
isso, sugerimos que utilize o metro

(Ver Coordenadas)

, assim poderá dizer que usufruiu de todos os transportes públicos da
cidade do Porto. É uma viagem de 5 minutos e pode usar qualquer uma das
linhas disponíveis (B,C,E,F).
Chegando à estação de metro da Trindade concluímos este dia genial e cheio
de surpresas na cidade do Porto.
Desejamos a todos uma excelente aventura à descoberta dos locais mais
emblemáticos da cidade do Porto.

Sobre o autor: enigmind

Foto Autor

Seguir enigmind no

Mais artigos de